Dos caminhos maiores

E se for pra viver,
que eu viva tudo
o que puder
e não puder.

Se for pra ser real,
que a intensa realidade
corte meu rosto
como vento
persistente
e severo.

Se for pra sonhar,
que seja o sonho mais
louco
impossível
daqueles que só aparecem
na minha cabeça
quando não estou nela.

Se for pra aprender a voar,
que seja dado às asas,
bem abertas,
o céu,
o ar,
e um horizonte que grite
“venha!”
e
sem fechar os olhos
ir.

O melhor e o pior
O sim ou o não
Nem talvez
Nem sei lá
Que seja tudo como
Deus quiser
o universo fizer
o vento soprar
o coração disser
a sorte pousar.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s