Será

E o que será de nós,
meu amor,
quando a raiva passar,
quando o passado não pesar e
você se apaixonar?

O que será de nós,
quando amanhã for só mais um dia ou
quando o amanhecer anunciar a hora de partir,
mesmo que a vontade de ficar nos consumir?

E o que será de nós,
vida minha,
quando o barco que navegamos
resolver naufragar?

De quem será a culpa?
Do mar de nós,
dos nossos nós,
dos nossos mares
das nossas marés?

As palavras saem de mim assim, suaves,
porque somos assim, tão leves.

O que será de nós,
meu amor?

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s