The show must go on

Lá se foram alguns dias.
Eu jurava/projetava/imaginava que ficaria um bagaço eternamente, por ter tomado um pé na bunda.
Amiga, seja honesta, não é vergonhoso dizer que você tomou um pé na bunda. Nessa vida todo mundo toma! Mentiroso quem diz que nunca. Vovó já dizia, “nunca diga nunca”.
Entrei nesse jogo sabendo com quem estava lidando – era o chefão, sabe? Então.

Visto minha dignidade e digo sofrer tem lá suas elegâncias.
Não sou volúvel – minha cabeça e coração conversam bastante entre si.
Fiz da briga, prosa.
Fiz do não, um sim pra mim.
Fiz da história só um causo.
E fim.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s