Choro das águas

Esse meu choro não cabe no peito
Arde por dentro e rola na face
Molha por fora e estraga o disfarce

Lava esse coração, esse meu choro.
É muito doído.
Me corta a fala,
Me tapa os ouvidos,
Me fere os olhos como vidro moído.

Sangra esse coração.
Esse meu choro é o choro das águas
Que lava as telhas,
Que rola nas calhas,
Que pinga das bicas
E deságua na gente.
Afoga esse coração.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s