Valsa para Biu Roque

Se eu fosse a sua, e não mais uma, as quatro luas eu lhe daria.
Pra me tornar sua maria, uma canção eu cantaria.
Minha resposta ao que eu ouvi, a mais bela melodia,
foi roubar pra minha história sua poesia de outrora.
Não por jura ou promessa, nem perdão ou vaidade:
debaixo da condesseira, sua maria de verdade.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s